Pesquisar

A ILHA DOS AMORES – I

Etiqueta

NOM

Origens Calvinistas e Presbiterianas na Maçonaria

Resolvi fazer aqui uma visita à Ilha antiga.

Nos dias que correm, milhares de anglo-saxões clamam gritam e insultam o “Vaticano”, “os Jesuítas”, a Igreja católica, como sendo os satânicos de planos diabólicos de posse do mundo, causa de todos os males que ocoreem, os illuminati, os próprios maçons.O meu objectivo aqui não é defender nem uns nem outros, mas estudar um pouco sobre a maçonaria, esclarecer-me.
A origem da maçonaria moderna, não é somente 
anglo-saxónica. É protestante:  judaico-protestante. Porquê que foi fundada na Escócia? Devido às suas origens presbiterianas, as quais aliás se manifestam na sua constituição.
As citações em inglês que se seguem são dos artigos cujas ligações inseri. O texto é bi-lingue.

A Maçonaria foi iniciada na Itália, na cidade de Florença, com uma Loja Inglesa, fundada por um inglês, em 1737. 
A primeira Obediência portuguesa foi o Grande Oriente Lusitano, reconhecido pela Grande Loja de Inglaterra em 12 de Maio de 1802. O seu primeiro grão-mestre foi um neto do Marquês de Pombal. Que enterrou os projectos de P. António Vieira para o Reino de Cristo na Terra no caixote do lixo, e abraçou os planos anglo-saxónicos. Os protestantes já então tinham dois séculos de serem amamentados com o ódio aos católicos, jesuítas, ordens religiosas, desde o berço. Saíu-lhes o equivalente à sorte grande, ao terem um membro como o Marquês de Pombal… E … quase que  pareceu … (Deus) estar do lado deles, em 1755 ?
Continue reading “Origens Calvinistas e Presbiterianas na Maçonaria”

Mais maravilhas não apreciadas pela Nova Ordem Mundial

YouTube – António Fragoso – Petite Suite (2/3).

Para ler enquanto ouve…

Há homens que trazem no peito, morto de miséria e erro político, o próprio coração, sem o saber. Vivem, tentam viver, raciocinando a negação da divindade da Vida. Os seus credos guardam-lhes os interesses inferiores, negam, afrontam o poder criador que a vida em si leva, justificam-lhes a incapacidade religiosa. São mais ódio que amor. Vencidos inglórios. O oceano da Vida rola as ondas londe das suas praias. Querem lançar-vos no peito e às mãos cadeias feitas de esqueletos, e erguer, em cada alma, um cárcere.

São os pigmeus procurando travar os passos do gigante. Sepulcros… Blasfémias na noite silenciosa sob o luar indiferente.

A vida é cheia de misérias, egoísmos, invejas. Ser grande, ser forte, ser puro, até exercer domínio, – é ser a excepção. E a massa odeia as excepções. Resiste! Resiste! Sê implacável. Impõem-te.

Augusto Casimiro – Da Arte de ser cavaleiro

______________

O título desta entrada refere-se ao vídeo de Michio Kaki, duas entradas antes. Nele o cientista, fala do nosso futuro, afirma que ele é “o mundo de jeans, rock and roll, Hollywood e Madona”, e que quem não gosta, é “terrorista”.

Esqueceu-se de acrescentar o codex alimentar, aspartan e restante miséria.

Onde está a famosa visão e inteligência que a “libertação da religião” e o ateísmo oferecem, segundo os próprios? É a cegueira que se vê na ilucidante pequena palestra?

Religion without science is lame. Science without religion is blind.   – Einstein


Estou tramada! A NOM prefere a Madona

Não posso “entrar” na Nova Ordem Mundial com estes gostos musicais!!!


Um dos mais maravilhosos compositores…
António Fragoso (1897-1918): Prelude (from the “Petite Suite”). Miguel Henriques, piano.

“Crise Financeira” explicada em 2 minutos

O Objectivo do Fabrico da “Crise Financeira” é aqui explicado e anunciado sem equívocos. É só ouvir.

Há muitas pessoas que pensam que “Nova Ordem Mundial” é uma teoria da conspiração. Ao menos que tenham corajem de ver se é se não é.

Ouvir: Gordon Brown explica o que está a ser feito financeiramente, e anuncia a Nova Ordem Mundial – em 2009.

Controle e Governo Mundial através da “Educação”

Muito interessante para os mais “cépticos”, não é um puzzle das mais faladas “teorias da conspiração”. É mais um testemunho genuíno da realidade política internacional. Ver.

A não perder sobre a Agenda Secreta dos E.U.A.. Entrevista a Norman Dodd.

A fabriação de guerras simplesmente para criar certas condições ou mudanças: começar por ouvir 26:00.

Fundações Gugenheimer, Rockefeller, etc. Fabrico da História Americana.

Ah, e já agora, não se esqueçam: “NÃO DEIXEM A GUERRA ACABAR depressa demais”.

___________________________________________

– Please warn me if I’m infrinjing rights by publishing this video here. I’ll take it away. I don’t quite get the meaning of the initial warning in the video. I publish this video because  of  the wish to help information and awareness, to the man and women of good will.

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑