Pesquisar

A ILHA DOS AMORES – I

Etiqueta

gripe suína

Tamiflu – O Pandemónio continua

À vista de todos, os vendedores sem escrúpulos avançam com os seus projectos, apoiados por Estados e governantes.

Já vimos aqui num post anterior como houve vítimas da vicina contra a gripe A, a gripe dos cada vez mais porcos.

A common side effect for children who take Tamiflu is nightmares

Some 150,000 Tamiflu packs were distributed by the new National Pandemic Flu Service between Friday and Sunday alone  –  despite warnings from some experts that this could increase the resistance of the virus.

The new studies will increase concern over the potential side effects of Tamiflu  –  livermfailure is one of those listed on the box.

Some 150 suspected adverse reactions, including one unexplained death, have been reported .

… 59 of the victims are under 14.

It also emerged yesterday that Japan has advised its GPs not to give the drug to youngsters between 10 and 19 because of high rates of ‘ neuropsychiatric side effects’.

Apesar de tudo isto,

The Department of Health said last night: ‘The EU regulatory position remains that no causal association between Tamiflu (or Relenza) and an increase in neuropsychiatric events has been established.’

Roche, the Swiss company which makes Tamiflu, issued a similar statement.

Read more:http://www.dailymail.co.uk/news/article-1203345/Children-treated-Tamiflu-suffer-nightmares-nausea.html#ixzz0MnBkHnSJ

Director da Organização Mundial Saúde Animal (OIE)-6

No artigo que citei na “mensagem -3”  intitulado “OIE diz que não há provas para atribuir a gripe suína aos porcos”, lemos que o Director da Organização Mundial Saúde Animal (OIE), afirma que “O vírus não foi isolado até agora nos animais. Não se justifica então que a doença seja chamada de gripe suína”  e

“não se tem provas de que este vírus transmitido atualmente entre humanos tenha uma origem animal conhecida.”

e até “Não há nenhum elemento a respeito“, (passe o mau português)

e “Vallat recordou que, no México, os casos foram registrados na cidade e não correspondem a contatos entre animais e seres humanos. “Trata-se no momento de uma epidemia humana”, enfatizou.)

Esta informação é completamente contraditória com a do artigo de 13 de Julho, citado na mensagem-4, “o confinamento dos animais e o manejo inadequado dos dejetos – como a existência de lagunas fecais – propiciam o surgimento de patógenos e de vírus como o AH1N1.”

Apesar de podermos observar que, DE FACTO, O NOME DA DOENÇA foi mudado, exactamente como dizia o Director da OIE , as declarações neste mesmo artigo, são contraditória com a informação que o próprio nos dera.

Gripe dos porcos, perdão, dos suínos, tem novo nome – 4

Agora a doença chama-se gripe “H1N1 epidemia 2009”.

8 de Julho de 2009 – …

A medida, …já …adotada pelo Brasil desde … sexta-feira, significa o fim da… contenção do vírus e o reconhecimento de que haverá circulação livre do A (H1N1) por vários países, analisam especialistas.

No entanto, não há motivo para pânico, uma vez que todas as evidências científicas apontam que a letalidade da nova gripe é baixa e que ela não é pior do que a gripe comum que ocorre todos os anos. A OMS também informou que, pela segunda vez, modificou o nome oficial da doença: em vez de gripe A(H1N1), agora a doença chama-se gripe “H1N1 pandêmico 2009”.

Ler aqui para que fique tudo bem esclarecido.

13 de Junho

entidades de toda a América Latina…pedem investigação das causas da gripe suína…

De acordo com a CI, o confinamento dos animais e o manejo inadequado dos dejetos – como a existência de lagunas fecais – propiciam o surgimento de patógenos e de vírus como o AH1N1.
A FAO tem assinalado que este tipo de vírus circula desde 1998, recombinando-se entre a população de suínos, especialmente na América do Norte.

Ler aqui para que fique tudo bem esclarecido.


A verdade sobre a GRIPE DOS PORCOS e VACINA

Aqui há dias, já um amigo da blogosfera se manifestara preocupado com a chamada “gripe suína”

Ontem, quando li este artigo, Portugal, pronto para a gripe “dos porcos”, nem dormi, preocupada… para estar agora aqui a escrever esta entrada.  Lamento não ter agora tempo para traduzir, mas não será que este artigo também é escrito aí algures, em português?

Têm que ver estes vídeos por favor: eles Incluem uma entrevista em directo com o homem que lançou a campanha das vacinas na América: e muito mais coisas que todos devem saber. Ouçam bem, please.

Agora usem o cérebro. Talvez queiram ouvir mais uma vez, para reparar melhor nos detalhes.

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑