Aqui no blog tenho um link para uma site chamada ”O Nosso Futuro Roubado”.

A nível pessoal, porém, há famílias que tiram a alguém, o Passado. O Passado, a nossa própria tradição, não é uma coisa no tempo, que agora já não importa: são as raízes sem as quais nada é possível!

Eis alguns elementos do MEU PASSADO ROUBADO, PARA PERMITIR O MEU FUTURO!

SINTRA – Ramalhão

O meu primeiro colégio foi o Ramalhão:

Este é o seu portal… na estrada de Sintra para Lisboa.

Isto, é a celebração dos 50 anos do colégio, nos Jerónimos de Lisboa, para todos os alunos e professores que já passaram pelo Ramalhão. Bem gostaria de lá ter estado, mas nem haveria maneira de ter podido saber desta comemoração.

Nessa comemoração, foram a Fátima. Não fui desta vez, mas fui uma vez para aí com 8 anos… e lembro-me bem. Chovia muito e estávamos a cantar Ave, Ave, Ave Maria… e tudo debaixo de muita chuva.

Quem sabe, se eu reencontrar as minhas colegas, talvez possamos recordar isso e outras coisas assim: a excursão a Évora, o Templo de Diana. E o Mosteiro da Batalha. Praticamente, é isso…

Viva o Ramalhão!

Comecemos então:

Esta é a entrada, com a grande árvore no meio, onde os carros davam a volta para descer a rampa de novo.

A Portaria

Esta é a maravilhosa e legendária Quinta do Ramalhão. Uma preciosidade. Que pena naquele tempo, ser algo completamente aparte do Colégio… em vez de nos ensinarem jardinagem e horticultura, ou os nomes das árvores, pelo menos… não: raramente podíamos entrar na Quinta, até!!

O Convento… não tenho bem a certeza de ser assim que lhe devo chamar, mas acho que sim: onde as Freiras habitam…. Reino desconhecido, mesmo para quem andou nesse Colégio durante anos.

Esta foto lindíssima parece-me ser frente às pinturas daquilo que era então o Refeitório das alunas Internas – ou de quem comesse a refeição do Colégio. Esse Refeitório era lindo.

O refeitório de quem levava comida de casa, era muito diferente.

Sortalhudas! No meu tempo, não aprendiamos a cozinhar. Ou serão isto as internas?

Também fiquei lá a dormir umas vezes, e conheço os belíssimos dormitórios.

O bom de tudo isto parece-me ser que, visitando o site do Ramalhão, (de onde estas fotos vêem), concluo que as Freiras têm feito uma evolução extraordinária nos seus métodos pedagógicos e naquilo que oferecem às crianças! Que óptimo!

E também foi assim a minha Primeira Comunhão.

Fica ainda muito para contar!

Todas as fotos vêm daqui:

RAMALHÃO ON-LINE

Irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena

Quinta do Ramalhão – S. Pedro de Sintra

Clicar para visitar a site.

E sobretudo, contacte-me se andou ou sabe de alguém que tenha andado no Ramalhão, há muitos anos…

Obrigada, Ramalhão!

Saudades!