“A Orquestra exige uma harmonia e um consenso. Para quê? Para a beleza”. Jose Antonio Abreu, o iniciador do projecto.

Sir Simon Rattle  ” O que está a acontecer na Venezuela é no nosso tempo, o mais importante acontecimento musical do mundo.” E eu concordo. Quem não concorda?

Simon Rattle dirigindo aqui a parte final da maravilhosa 2ª sinfonia de Mahler, “Ressurreição”:

Os US reportam, inevitavelmente comparando. Será que a música é muito melhor que basquetball e rugby na formação da alma? Oeps…

Equipas formadas com o espírito de competição, como no desporto dos estudantes Universitários Americanos, são algo muito diferente, talvez até oposto, a estas orquestras formadas sem um único pensamento a ver com ego, dinheiro, ou competição. Só a beleza, a alegria e o entusiamo de aprender.

Adeus a todas as teorias que dizem que é  a competição que incentiva o Homem. Adeus! às teorias de que só os “grandes talentos”, os pequeninos génios aprendem. Adeus! às teorias de que o ensino repressivo, coarcivo, motivado por uma profusão de métodos de angústia, são frutífuros. Adeus, adeus.

Advertisements