Charlie Chaplin, explica neste vídeo os postais de dia 13.

Noutro contexto: o que este homem faz aqui fisicamente, no seu jogo com o globo, seria difícil mesmo para um bailarino.

Agora: a diferença de atitude entre o ditador, tão relacionada com os postais 13, e o Semeador que tanto agradou a van Gogh. (Copiou-o de Millet e depois fez muitas versões.) Note-se como “um semeador” é alguém oposto ao ditador, cobiçando o mundo inteiro – ah a cobiça! O Semeador faz ainda mais do que oferecer. Ele faz crescer. Espalha sementezinhas mínimas que nada parecem, mas que contêm a Vida… na Terra. Onde a terra é frutuosa, elas crescem.

Muitos portugueses vivem de clamar que o semeador não presta, quando são eles os que sufocam as pequeninas plantas que podem crescer, e que nada parecem.

Esquecem-se sempre disto. Que as grandes árvores têm umas sementitas com a aparência de nada, coisa morta e insignificante. Portugal – esses portuguese que se ouvem mais – está sempre à espera das árvores grandes e já feitas.


O Semeador de Millet “The Sower” by Jean-François Millet

Millet era o pintor favorito de van Gogh, isto sobretudo por causa das pinturas devotas de Millet. Depois eu mostro –

Anúncios