A coisa mais difícil deve ser conseguir continuar a escrever da mesma forma. Como se falando connosco próprios ou como escrevendo para nós próprios. Ou como um diário. Francamente, até me admira não ouvir mais reflexões sobre esta relação muita complexa entre o íntimo, e o público.

Ele há tantas coisas…

Mesmo na intimidade de um círculo de potenciais amigos, a coisas já é complexa… mas aceitável…

Agora, para mim, tudo se complicou. Estou grata pelas amigas que fiz. E amigos. Não só grata, mas muito feliz também. Quero dar de mim quanto a essas amizades. Sem dúvida. Conhecemo-nos graças a este meio, mas isso ainda nada é. Agora é preciso cuidar da flor… Há pessoas preciosas, que contactei, e cujo contacto, para mim, está aguardando! Não posso fazer tudo ao mesmo tempo.
Por de certo que saber manter um blog, não é, na maioria das vezes deixando-o ser muito pessoal e íntimo. A intimidade não é uma coisa que possa ser sacada pela Google e guardada algures anónima e incógnita para qualquer um.

Foi isto que me aconteceu e estou um pouco em estado de choque. Desde a publicação da entrada ”relações entre o humor e o terror”, que tudo mudou no meu blog Bloqueado, ”hot-linked”, e mais não sei o quê. A google tem estado a tirar TODAS as imagens do meu blog, uma a uma. Parece que isso é normal. Mas eu sinto-me muito invadida. Gosto do uso decente das imagens, na melhor qualidade possível, e com respeito. Tenho-me dado a grandes trabalhos para tentar aprender e chegar a qualidade de imagem e de leitura – daí esta mudança de templates, à procura de algo que me satisfaça minimamente: é o artista em mim!!

Mas vir o Google aos blogs pessoais tirar imagens para as colocar num gigantesco acervo das mesmas imagen, sem qualquer relação e contexto, não: acho horrível. Tinha aqui um Almada Negreiros, e um outro pintor português que é desconhecido até para a maioria dos portuguese, quanto mais os estrangeiros. Então agora qualquer pessoa pode ir buscar essas imagens lá algures nas ”imagens do Google” para ilustrarem uma coisa que nada tenha a ver, e sem qualquer respeito por arte, ou pelo artista? Como uma grande fábrica de ”imagens”, em que não há qualquer distinção entre a porcaria mais reles, e um quadro de um artista?? Isto não é horrível?

Estou chocada.

Não gosto. Não me parece bem. A que propósito é que o Google, uma organização tão grande, tem o direito de vir retirar dos blogs pessoais todas as coisas dos seus contextos? Isso é algo muito diferente de alguém que navegando o google encontre um link que lhe parece interessante, e visitar esse blog. Ou de alguém que busca determinado tema, e encontra o nosso blog. Isso, é lindo. Mas o que o Google faz destas maneira, é o oposto.

Todas as imagens uma a uma, foram isoladas. A minha lista de visitantes e referências, assim como as palavras de busca que aqui vêm ter, desapareceram, subsituidas por esses google.images. Quando as pessos procuram o contexto daquela imagem, inclusivamente, nem registam a entrada no meu post referente.  Nem o link delas nem a palavra de busca: fica registado. Eu estava a ter mais entre os 300 e 400 visitantes diários. Desapareceu a maioria de um dia para o outro, assim como os registo dos posts que eram mais visitados. A alguém mais aconteceu isto??

Advertisements