[ladder+to+the+moon+georgia+O'keeffe.jpg]

Ladder to The Moon(1958)Georgia O’Keeffeno A Room of One’s Own

Amiga, Ouve:

Quando subimos ( o A. ) uma montanha, só consideramos um lado da encosta, aquele que está debaixo dos nossos pés.

É esta a situação da Humanidade! Tem passado a vida neste entretenimento. A de considerar somente o caminho que tem debaixo dos seus pés, e querendo desconsiderar os outros lados, ou considerá-los o mal, ou até mesmo eliminá-los, sem entender que as linhas verticais, e que as escadas de um só lado não se seguram de pé!! Uma colina, um monte, tem no mínimo, quatro lados… e tudo muda se se percepcionar isso enquanto se escala.

Este tema da Escada para o Céu, é um dos meus antigos e predilectos! No entanto, hoje de manhã, mesmo à bocado, estive reflectindo sobre esse assunto. Foi esta acima a reflexão – estava ainda na janela aberta do meu blog, quando fui ter ao teu postal, Isabel… Estive mesmo com essa imagem do Ladder to The Moon da Georgia O’keeffe na mente, ao mesmo tempo que tu, aí, do outro lado do Globo, compunhas Ready for An Hour. 🙂

E é tão rico, o tema. Não terminam aqui as reflexões…

(Há um outro trabalho da ”Escada para o Céu” – como eu lhe chamo – que quero também publicar, mas não encontrei agora.)

Não é incrível? Estamos ligadas pela nosso caminho para o Céu!…

Advertisements