”Sintra”, o título da entrada que por erro foi ”publicada” ontem, é o texto que está na página ”Raízes”. Ver o cabeçalho.

O meu novo template, de que gosto mais do que os anteriores, está cheio de limitações. Que posso eu fazer? Nada: mudar para melhor, quando possível. Entretanto, este está a fazer as seguintes maluqueiras:

  1. Põe as páginas numa ordem sem qualquer lógica.
  2. Embirra com a maternidade: recusa-se a publicar a página ”M”, que agora está como ”Mater.” ou ”Maternidade”. Sim, já tentei fazê-la de novo, mudar o nome,etc. mas temos um template que ”odeia” a maternidade… isso prova a razão dos cientistas e filósofos que defendem que os computadores têem ”consciência”! Hahaha.
  3. Não está a fazer as ligações aos blogs de quem comenta.
  4. Vi que ao fazer uma busca, as palavras das páginas, não aparecem. Ao procurar ”Sintra”, deveria aparecer a página ”Raízes”, mas não. Não sei se isso é típico deste template, ou defeito geral.

Enfim, a coisa das queridas páginas – com que já ando em flirt desde o princípio – os tipos não devem querer deixar vingar, porque os blogs competiriam demais com os sítios.

Se as páginas (no cabeçalho) tivessem um directório decente, eu criava a página ”Filósofos”, ou ”F” e ao clicar nela aparecia a lista de cada um dos filósofos. Mas qual! Não deixam. Já tentei isto no meu ”A Arte e Kalokagathia”, e desisti, poque o template que tal permite, ficava confuso e ilegível. O Kalokagathia está agora sóbrio – até melhor solução – e só se vê uma entrada de cada vez.

Aqui na Ilha dos Amores se eu colocar os nomes descriminados dos filósofos no cabeçalho, à mão de semear…. terei que mudar, quando tiver acesso à possibilidade que descrevi.

Dá trabalho, o caminho das descobertas…