Acabei de fazer uns 15 km de bicibleta, da Faculdade em Leiden até Haia. Isto depois de 3 horas de Filosofia da Mente. E 3 horas de ”Filosofia na Antiguidade” (”Filosofia Antiga” literalmente, mas duvido que isso se deva dizer assim em Português. ).

Sinto uma vontade enorme de trabalhar – quero dizer, estudar. Sinto-me incrivelmente feliz com o estudo. Infelizmente não pude estar bem preparada para o começo! Tinha esperança de poder ir aumentando o ritmo aos poucos. De estudar mais, mais tarde, de poder ir arranjando a minha vida, ir tratando de tudo o que tenho a tratar – montar uma vida do nada, de novo. Reconstruir uma vida que tenho a reconstruir – mas isso sim!: o ritmo do Curso é vertiginoso! A quatidade de matéria e de trabalho de casa, estonteante! Todos os dias. Não há maneira de conseguir recuperar seja o que for que haja de atraso! Sobretudo para mim.

Sim porque para mim, tudo é diferente de para os meus colegas. Estudar filosofia em holandês, é uma loucura. É uma complicação de línguas e o que se passa no meu cérebro… só eu sei – ou nem eu sei.

O curso de Filosofia em Leiden pertence aos cursos mais difíceis e pesados. Somos muitos alunos – enquanto que a faculdade não está preparada para um grupo tão grande.

Ainda não tive um momento de prazer no sentido em que desde o princípio que não me pude dedicar ainda a estudar. Tenho andado sempre a correr a tratar de outras coisas. Todas as outras pessoas, que são holandesas dizem que não poderiam recuperar. Portanto eu tenho que fazer possível uma espécie de milagre. 🙂

O facto de eu ter estado para aqui a ”blogar” demoradamente nos últimos dois fins de semana – praticamente, pois em risco todo o meu estudo. Devia ter estado a estudar que nem uma doida… (devido ao necessário atraso que tive). Este atraso possivelmente continuará a perseguir-me….

O mínimo que é preciso completar, é muito puxado – se não se conseguir, é-se posto na rua. E não se pode voltar ao mesmo Curso!!! :((( Todo o TPC (as montanhas de TPC) são obrigatórias, assim como a presença nas aulas. Tenho aulas todos os dias da semana, tenho 6 cadeiras, com aulas de 3 horas puxadíssimas cada. Há disciplinas que é impossível eu seguir ( :)) – mas sigo à mesma. Há disciplinas que os colegas (já se vê, todos holandeses) se queixam da velocidade impossível de seguir do discurso dos professores – que entram em black-out – que não conseguem seguir nada!! Agora imaginem a pobre da Terpsichore no meio daquilo!

O pior é que a velocidade aumenta cada semana. Como se eles pudessem cada vez falar mais depressa! Que loucura! Há um que é absolutamente …lírico! Ele fica tão entusiasmado, tão apaixonado, tão inspirado…aquilo vai tudo como um poema de um folgo inteiro sem pausa…. até ao fim….

Com excepção de um professor, são todos muito entusiastas, apaixonados pela matéria…e bons professores, acho eu (por enquanto :)) !

Anúncios