Ontem à noite escrevi um postal assim intitulado – perdeu-se. Fica aqui o espaço para quando houver tempo de repetir.