Nota: Este texto e conjunto de fotografias está por acabar e ”consertar”.  Deve ser influência das ruínas…   fim da nota.

Encontrei pessoas que desconheciam não só o significado das festas destas datas, como até as próprias festas. Uma dessas pessoas é licenciado em ciência das religiões, (!) para além de mestrado e doutorado em dois outros campos…

A rejeição, a obscuridade e a negação de toda a paideia, e da transmissão de algum conhecimento sobre as relações entre o mundo interior e o exterior, tem como consequência movimentos de ignorância como a Inquisição, ou o surgimento de ideias que depressa se disformam, e às vezes se transformam no pior, como se observa no filme ”What the bleep do we know?”.

Ler descrição das fases de construção segundo as últimas teorias arqueológicas, aqui

Stonehenge Restorations

Archaeoastronomy at Stonehenge

the great stone circles and horseshoe arrangements for which Stonehenge is famous are later additions to the monument (mostly Stonehenge III) and are not essential to the lunar and solar calculations.

Winston Churchill (center) hosts the Ancient Order of Druids
at Blenheim Palace on 15 August, 1908

Initiation of novices into the Ancient Order of Druids at Stonehenge, August, 1905

By 1949 only two of these sects survived, and by 1955 only one, the British Circle of the Universal Bond, which claimed to be not only the true descendants of Henry Hurle’s original Ancient Order of Druids but also of William Stukeley’s Order of Druids purportedly founded in 1717. In 1963, an internal dispute produced the breakaway Order of Bards, Ovates and Druids. The Bards celebrated their rites at Tower Hill. The Bond, however, continued to welcome the midsummer dawn at Stonehenge. Ler

A Druidess, holding mistletoe and a sickle, standing next to a dolmen
(painting by La Roche, late nineteenth century)