Oração do Espírito Santo

Oh Senhor Espírito Santo
Vos rogamos com clamor
Mandai prevenir a Terra
Qua não haja mais tremor.
Meus pecados são a causa
Da Terra tanto tremer
Agora vos prometemos
Nunca mais vos ofender.
Ó Santíssima Trindade
Sois Esposa, Mãe e Filha,
Peço-vos misericórdia
Para toda esta Ilha.
A vossa misericórdia
Que do céu queira gozar,
Não nos mateis com tremores
Nesta Ilha d’ orfandade.
Toda a nossa esperança
Nós pomos em vós Senhora
Ó Senhor Espírito Santo
Ouvi a quem vos adora.

em “Costumes Açoreanos” de Manuel Dionisio, 1937.

Letra da oração, no blog com imagens e fotografias dos Açores, por Nanda: Ilhas do mar

Esta oração é, com toda a probabilidade, um canto – quero dizer, letra para ser cantada como uma canção sacra, devocional.

…e canta-se, repetidamente, Aleluia, Aleluia, Virgem Maria do Pranto, Aleluia, Aleluia, ao Divin’ Esp’rito Santo. Imperio Feteira.jpg

Oh divino Espírito santo, a vossa capela cheira, cheira a cravo cheira a rosa, cheira à flor da laranjeira. …



.

















































 

 

 

 

O império da Feteira, ilha Terceira, um exemplar
típico da arquitectura ligada às Irmandades do
Espírito Santo (finais do século XIX)

 

 










distribui-se terrinasde sopas pelos carenciados, idosos, enfermos, vizinhos e amigos. Mas a festa ainda vai a meio. …


A distruibuição do pão
A meio da tarde, a Irmandade do Sábado – há outra para o Domingo da Trindade – organiza novo cortejo, já acompanhado por filarmónica, para recolha, pelas casas dos irmãos, de açafates com rosquilhas ou pães de massa sovada, transportados por mulheres. O dar o pão, enfeitado com flores, limões e laranjas e o seu pesado transporte à cabeça constitui, por vezes, uma forma para pagar promessas. Recolhida no largo junto à Capela do Império, e após a benção da massa, esta é retirada, em partes iguais, dos açafates conforme a maior ou menor “conta” e colocada, sobre mantas de lã ou lençóis brancos, dentro em carrinhas de caixa aberta. O pão é distribuido a todas pessoas, de qualquer idade – chegam a ser centenas e por vezes milhares! – pelos membros da irmandade, enquanto prossegue o arraial com música à estante. …
A partir de hoje e até à Trindade, é assim na ilha do Pico inteira, por causa das antigas promessas feitas em tempos de calamidades e aflições. Amanhã, domingo, segunda, terça e novamente no domingo da Trindade, a ancestral tradição dos Impérios com jantar e distribuição de pão, rosquilhas ou vésperas repete-se em redor da Ilha, e dá-se, sem olhar a quem apenas pela Fé e devoção ao Divino.

Extracto do artigo Espírito Santo -as maiores festas populares,

Autoria de José Gabriel Ávila , Escrita em Dia –


Advertisements